Translate

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

NBB - Brasília e São José abrem 7ª rodada buscando reabilitação no campeonato


João Pires/LNB
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Brasília e São José reeditam final do NBB4

Alta | Web
Claudio Capucho/PMSJC
Clique na imagem para fazer o Donwload... 
São José eliminou o Brasília nas quartas de final dos dois últimos NBB's

Alta | Web
Marco Aurélio/Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload... 
Pinheiros venceu os últimos 3 jogos contra o Flamengo no NBB

Alta | Web
Weverthon Manhães/Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload... 
Márcio Dornelles fará sua estreia pelo Macaé no NBB 7

Alta | Web
NBB - Brasília e São José abrem 7ª rodada buscando reabilitação no campeonato
Candangos vêm de quatro derrotas seguidas, e joseenses não sabem o que é vencer há dois jogos; equipes reeditarão final do NBB 4
Nesta terça-feira (25/11), UniCEUB/BRB/Brasília e São José/Unimed estarão frente a frente lutando para ver quem coloca um ponto final em suas respectivas séries de derrotas na temporada 2014/2015 do NBB. O confronto, que reeditará a Final da quarta edição do NBB, acontecerá no Ginásio da ASCEB, no Distrito Federal, às 19h30 (de Brasília), e terá transmissão ao vivo para todo o Brasil através dos canais SporTV.

Equipe da casa no confronto, os candangos não sabem o que é vencer há quatro rodadas e acumulam derrotas consecutivas para Franca Basquete, Palmeiras e Pinheiros, todas fora de casa, e para o Unitri/Pilhas Energizer, atuando como mandante. Com apenas uma vitória no NBB 7, na primeira rodada, sobre o Paschoalotto/Bauru, a equipe brasiliense soma campanha de apenas um triunfo em cinco jogos (20% de aproveitamento) e ocupa a 13ª colocação.

+Clique aqui e confira a tabela de classificação completa da temporada 2014/2015 do NBB

"Nosso time tem feito bons jogos, mas cometeu algumas falhas em momentos capitais, que acabaram sendo cruciais. Para este duelo contra o São José, que começou bem a competição, temos que atuar com atenção redobrada e impor o ritmo que nos interessa desde o começo, sem deixar com que o adversário desgarre no marcador", disse o ala/pivô e capitão do Brasília, Guilherme Giovannoni.

Enquanto isso, os joseenses vêm de duas derrotas consecutivas na competição, para Rio Claro e Winner/Limeira, ambas na casa do adversário, mas apesar de também atravessarem um momento ruim no campeonato, estão em situação completamente oposta a do Brasília e são donos da terceira colocação na classificação do NBB 7, com quatro êxitos em seis oportunidades (66,7% de aproveitamento), ao lado do Franca, que possui a mesma campanha.

"Tivemos um bom começo de campeonato, mas estamos vindo de duas derrotas seguidas e precisamos nos reerguer. Brasília também está nessa situação e querendo correr atrás de um resultado positivo. Esse jogo será importante para quem ganhar pois essa vitória dará uma reerguida e uma melhora na posição na classificação do NBB", analisou o ala Dedé, do São José.

O duelo entre Brasília e São José, por sua vez, possui muitos atrativos que deixam a partida ainda mais interessante, inclusive com um quê de rivalidade. Um deles é a reedição da Final do NBB 4 entre os dois times, vencida pelo time da capital federal, pelo placar de 78 a 62, resultado que deu aos candangos seu terceiro título nacional consecutivo.

Em contrapartida, o esquadrão do Vale do Paraíba também guarda boas lembranças de alguns confrontos contra o Brasília. Nas quartas de final do NBB 5, os joseenses deram o troco e eliminaram os candangos do campeonato, por 3 a 2, com vitória no Jogo 5 da série em pleno Ginásio Nilson Nelson. Não satisfeito, o São José ainda repetiu a dose na temporada passada e também despachou os brasilienses das quartas de final do NBB 6, desta vez com uma ‘varrida’ por 3 a 0.

"Desde que estou em São José as duas equipes sempre foram montadas para serem fortes e sempre brigarem na parte de cima da tabela de todos os campeonatos. Brasília montou um time forte de novo, e sem dúvidas essa rivalidade construída nos últimos anos dará uma pimenta a mais no jogo", concluiu o ala joseense Dedé.

Para o duelo contra o São José, o Brasília não terá à disposição o armador Fúlvio, que curiosamente enfrentaria seu ex-time pela primeira vez, vetado pelo departamento médico por conta de uma lesão muscular. Por outro lado, os candangos contarão com a estreia do armador Fred Santos, recém contratado pelo esquadrão da capital federal.

"É uma excelente oportunidade. Brasília é um grande time, já joguei várias vezes contra, então eu não poderia deixar passar uma oportunidade dessas. Estou muito feliz de estar aqui. Só tenho a agradecer ao Zé (José Vidal, técnico do Brasília) e farei de tudo para ajudar a equipe do Brasília", declarou Fred.

"Será um jogo muito difícil. São José vem muito bem, emendou uma sequência muito boa no começo do campeonato e tem jogadores muito bons no elenco. Mas em casa temos que pensar em impor nosso ritmo, incendiar as partidas e trazer a torcida pro nosso lado", completou o novo reforço do Brasília.

Confira as curiosidades dos jogos desta terça-feira do NBB 7: 

Macaé Basquete x Palmeiras/Meltex - Ginásio "Juquinha", em Macaé (RJ) - Terça-feira - dia 21 de novembro, às 19h30

Vai estrear
Recuperado de um estiramento na coxa, o ala Marcio Dornelles, do Macaé, fará sua estreia na temporada 2014/2015 do NBB.

Uma para cada
Macaé e Palmeiras se enfrentaram em duas partidas válidas pelo NBB e o confronto direto segue empatado, com uma vitória para cada equipe.

Foi muito bem
Durante as partidas entre Macaé e Palmeiras, o armador Neto foi o cestinha do confronto, marcando em média 18,5 pontos em cada partida.

Segundo melhor
O armador argentino Maxi Stanic, do Palmeiras, possui média de 7,2 assistências por partida, segunda melhor marca do NBB 7.

Em busca da primeira vitória
O Macaé é a única equipe que não venceu na temporada 2014/2015. Até agora são cinco partidas e cinco derrotas.

Boa pontaria
O armador norte-americano Jamaal, do Macaé, é o terceiro jogador com mais bolas para 3 pontos por partida, com média de três arremessos longos certeiros por partida.

Muito bem em casa
Jogando em seu Ginásio, o Palmeiras venceu as duas últimas partidas em que disputou no NBB.

Porém...
Já atuando fora de casa, a equipe alviverde saiu de quadra com o resultado negativo em seus dois últimos jogos.

Precisam melhorar
Tanto o ataque do Macaé quando do Palmeiras precisam melhorar seus desempenhos na temporada. O sistema ofensivo da equipe do litoral fluminense é o terceiro pior do NBB, com médias de 74,0 pontos por partida. Não muito longe, o ataque palmeirense é o quarto pior, computando apenas 74,8 pontos por jogo.

100!Ao sair da partida entre Palmeiras e Basquete Cearense com três enterradas, o pivô norte-americano Steven Toyloy bateu a marca das 100 enterradas em sua trajetória no NBB, 10º atleta na história do NBB a completar tal marca.

Líder em rebotes
O pivô palmeirense também está tendo grande desempenho na recuperação de rebotes no NBB 7. Até a sexta rodada, Toyloy tem média de 9,8 rebotes recuperados por partida, melhor marca da competição.

UniCEUB/BRB/Brasília x São José/Unimed - Ginásio da ASCEB - Terça-feira - dia 25 de novembro, às 19h30 (ao vivo no SporTV)

Momento complicado
Após estrear no NBB 7 com vitória, o Brasília agora soma quatro derrotas seguidas, após sair de quadra com o resultado negativo contra Franca, Palmeiras, Pinheiros e Uberlândia.

Pela reabilitaçãoApós começar o NBB 7 com quatro vitórias seguidas, São José enfrenta uma sequência de duas partidas seguidas com derrotas.

Grande desempenho
Apesar do início ruim na tabela, o começo de campeonato para o trio Guilherme Giovannoni, 20,0 pontos de média, Lucas Cipolini, média de 17,2 pontos por jogo, e Darrington Hobson, média de 17,0 pontos, está tendo um grande desempenho nas primeiras partidas do Brasília.

Mal fora de casa
As duas derrotas sofridas por São José na temporada 2014/2015 do NBB foram em partidas que a equipe joseense atuou fora de casa.

Confronto parelho
Brasília e São José já se enfrentaram em 21 partidas válidas pelo NBB e a equipe candanga leva mínima vantagem de 11 vitórias, contra dez da equipe joseense.

Também equilibrado 
Em duelos disputados somente na Capital Federal do país, o Brasília também tem vantagem mínima no confronto direto contra São José, com seis vitórias, contra cinco da equipe do interior de São Paulo.

Porém...
Nas últimas quatro partidas realizadas em Brasília entre as duas equipes, o time do Vale do Paraíba saiu de quadra com resultado positivo nos quatro jogos.

Dois confrontos, duas vagas
Brasília e São José já se enfrentaram em duas séries de playoffs do NBB. O primeiro confronto aconteceu no NBB 5 e a equipe joseense venceu a série por 3 a 2. Na edição seguinte, novamente as duas equipes se enfrentaram nos playoffs e novamente São José se deu melhor, desta vez vencendo a série por 3 a 0.

Já foi Final
Apesar do aproveitamento ruim do Brasília contra São José nos playoffs, na partida entre as duas equipes que valeu o título do NBB 4, o Brasília saiu vencedor e conquistou seu terceiro título do NBB.

Melhor da carreira #1
As melhores atuações em pontos e rebotes da carreira do ala/armador Laws, do São José, são em partidas contra Brasília. Sua melhor marca em pontos, 29 tentos anotados, foi conquistada no NBB 5. Já sua melhor partida em rebotes, recuperando um total de 12 sobras, aconteceu também no NBB 5.

Melhor da carreira #2
Foi também contra o Brasília em que o ala Dedé, do São José, conquistou sua melhor marca em rebotes recuperados em apenas uma partida, com um total de 13 rebotes.

Melhor da carreira #3
No NBB 6, ao fechar a partida contra o Brasília com 19 rebotes recuperados, o pivô Caio Torres, do São José, anotou sua melhor marca em rebotes em uma única partida.

Não será desta vez
Com uma lesão muscular, o armador Fúlvio, hoje atleta do Brasília, não enfrentará São José, clube em que defendeu nas últimas quatro temporadas.

Em compensação
Recém-contratado, o experiente armador Fred, ex-Flamengo e Macaé, estreará
com a camisa do Brasília

Já atuaram do outro lado
Hoje atletas do São José, o armador Valtinho e o pivô Mineiro defenderam as cores do Brasília nas duas primeiras temporadas do NBB, quando conquistaram um título (NBB2) e um vice-campeonato (NBB1). 

Flamengo x Pinheiros/SKY - Ginásio Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) - Terça-feira - dia 25 de novembro, às 20 horas

Para defender a invencibilidade
O Pinheiros venceu as últimas três partidas em que enfrentou o Flamengo no NBB.

-NBB5: - Pinheiros 93 x 91 Flamengo
-NBB6: - Pinheiros 74 x 62 Flamengo
-NBB6: - Flamengo 71 x 80 Pinheiros

Problemas em Minas Gerais

O Flamengo enfrentou duas equipes mineiras nas duas últimas rodadas e saiu de quadra com a derrota em ambos os jogos.

Sempre pegado
Os últimos três jogos do Flamengo foram decididos por no máximo três pontos, sendo favorável ou não para a equipe rubro-negra carioca.

Um jogo, uma vitória
No único jogo disputado em seus domínios no NBB 7 o Flamengo saiu de quadra com vitória.

Ótimo desempenho

O Flamengo possui o melhor ataque do NBB 7, anotando em média 90,4 pontos por partida. Já o Pinheiros, computa 84,2 pontos por partida, quarta melhor equipe ofensiva.

Já na defesa...
A defesa do Flamengo não apresenta números tão bons quanto o ataque. Tomando 88,2 pontos por partida, a equipe carioca possuiu a segunda pior defesa da temporada 2014/2015 do NBB.

Trio gringo fazendo bonito
Apesar da derrota para o Uberlândia na última rodada, os argentinos Herrmann e Laprovittola, donos de 20 e 19 pontos, respectivamente, e o norte-americano Meyinsse, autor de 19 pontos e mais 11 rebotes recuperados, terminaram a partida com ótimas atuações.

Líder
Falando em Meyinsse, o pivô Flamenguista MVP da última final do NBB é o atleta com a maior média de tocos por partida no NBB 7, com 2,2 bloqueios por partida.

Sempre especial
O confronto entre Flamengo e Pinheiros é sempre especial para o ala/pivô Olivinha e para o ala Marquinhos. Olivinha vestiu a camisa do Pinheiros nas quatro primeiras temporadas do NBB, já Marquinhos, defendeu as cores pinheirenses durante três temporadas (NBB1,NBB2 e NBB3).

Flamengo na frente
Flamengo e Pinheiros já se enfrentaram em 15 partidas válidas pelo NBB e a equipe rubro-negra tem vantagem mínima de oito vitórias, contra sete da equipe pinheirense.

Rivais nos playoffs
Flamengo e Pinheiros se enfrentaram a fase quartas de final dos playoffs do NBB 1, com a equipe rubro-negra conquistando vaga às semifinais após vencer os três primeiros jogos da série.

Brothers on fire
Os irmãos Jason e Joe Smith estavam com a mão quente na partida entre Pinheiros e Brasília. Jason fechou a partida com 20 pontos anotados, já Joe, computou um total de 17 pontos.

Bom retrospecto
Dos últimos três jogos disputados em solo carioca, o Pinheiros se deu melhor em duas partidas, contra apenas uma do Flamengo.

Passa pra cá!
O ala/pivô Marcus Toledo, do Pinheiros, é dono da melhor média de roubos de bola no NBB 7, 3,6 bolas roubadas por partida.

Recorde pessoalCom a camisa do Limeira, o ala/pivô André Bambu, conquistou no NBB4, contra o Flamengo, seu recorde pessoal em rebotes, ao terminar a partida com 15 sobras recuperadas.


Confira todos os jogos da 7ª rodada da temporada 2014/2015 do NBB:
- 25/11 (Terça-feira) 
19h30 - UniCEUB/BRB/Brasília x São José/Unimed (ao vivo no SporTV)
19h30 - Macaé Basquete x Palmeiras/Meltex
20h00 - Flamengo x Pinheiros/SKY

-26/11 (Quarta-feira) 
20h00 - Paulistano/Unimed x Unitri/Pilhas Energizer (ao vivo no site da LNB)
20h00 - Winner/Limeira x Franca Basquete
20h00 - Liga Sorocabana x Minas Tênis Clube

05/12 (Sexta-feira)
20h00 - Rio Claro x Paschoalotto/Bauru*

14/01 (Quarta-feira)
20h00 - Basquete Cearense x Mogi das Cruzes/Helbor

*Partidas adiadas por conta da participação de Bauru e Mogi na Liga Sul-Americana 2014