Translate

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Mutirão Cidade Limpa melhora qualidade de vida da população de Uberlândia

Mutirão Cidade Limpa melhora qualidade de vida da população de Uberlândia
Força-tarefa está na segunda etapa e tem serviços elogiados pela comunidade
 
Créditos: Araípedes Luz - Secom/PMU
As melhorias proporcionadas pelo Mutirão Cidade Limpa já são observadas em toda a cidade. Lotes vagos, praças e canteiros de vias que antes estavam repletos de lixo, entulhos e mato alto foram limpos, o que possibilitou ganhos na qualidade de vida da população. A força-tarefa realizada pela Prefeitura de Uberlândia está na segunda etapa e possibilita avanços positivos em segmentos como saúde e segurança, além trazer inúmeros outros benefícios a todas as regiões. Nesta segunda-feira (24) o Mutirão chegou à região Sul, no bairro Shopping Park, e os trabalhos começaram na avenida Homero Santos.
Até a semana passada, as equipes estavam na zona Leste e os resultados dessa ação foram percebidos pela comunidade. Moradora há mais de 10 anos da rua Gamela, no bairro Morumbi, Sandra de Lourdes Custódio Vieira garante que foi beneficiada diretamente pelo Cidade Limpa. “Moro ao lado de um terreno vago que era tomado pelo mato. Isso causava infestação de ratos e outros animais peçonhentos, colocando minha família em risco. Depois que fizeram a capina aqui, o problema acabou”, disse a dona de casa.
A vendedora Stefany Chagas também elogia e ação. “Um dos maiores ganhos é o combate à proliferação do Aedes. Tinha muito lixo e entulho com água parada, mas com a retirada disso tudo, percebemos que o problema diminuiu”, afirmou.

Cidade Limpa aglomera diversos serviços e secretarias

O Cidade Limpa é uma iniciativa da Prefeitura de Uberlândia, responsável por reunir, reorganizar e ampliar os trabalhos das secretaria municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Obras, Saúde e Trânsito e Transportes, além do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Desta forma é possível a realização conjunta de serviços como poda, capina, roçagem, recuperação de pavimentações asfálticas, reforço nas sinalizações de vias e limpeza de bueiros e bocas de lobo.

 Créditos: Cleiton Borges - Secom/PMU
Primeira etapa recolheu toneladas de materiais

A primeira etapa do Mutirão teve início em janeiro e, durante cerca de 90 dias, realizou serviços emergenciais em pontos considerados críticos. Um levantamento da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico constatou que foram recolhidas 15.706 toneladas de resíduos das ruas e avenidas, das quais 12.226 toneladas foram de entulhos e 3.480 toneladas de massa verde. Além disso, 3.390 bueiros e bocas de lobo foram limpos. As equipes foram dividas em frentes de trabalho que utilizaram mais de 40 equipamentos, como caminhões e tratores.

 Créditos: Cleiton Borges - Secom/PMU
Segunda etapa reforça os trabalhos

Em abril a Prefeitura iniciou a segunda etapa do programa com a proposta de voltar aos bairros e reforçar o trabalho já executado. “Com o Cidade Limpa pode-se evitar sujeira, mau cheiro e mato alto, que atraem animais peçonhentos e insetos, comprometendo a segurança das pessoas. Isso porque os problemas causados em decorrência da sujeira atingem toda a comunidade”, disse o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Dorovaldo Rodrigues Júnior.
Uma novidade nesta segunda etapa foi a implantação do programa Cata-Treco como parte do Mutirão. Carros de som têm percorrido os bairros orientando os moradores a colocar nas calçadas os objetos que não utilizam mais e geralmente ficam desprezados em quintais. Também são coletados pneus e objetos que acumulam água. Em horários pré-determinados, os materiais são recolhidos em caminhões e recebem destinação adequada. Por essa razão, o Cata-treco é considerado um apoio no combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os veículos utilizados pelo serviço são do Dmae e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria de Saúde.
Os números da segunda fase já impressionam. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, até quinta-feira (20) foram recolhidos 4.601 toneladas de entulhos e 1.031 toneladas de massa verde proveniente de capinas e roçagens. O levantamento também aponta que 1.742 bueiros e bocas de lobo receberam limpeza. O volume de 29 caminhões foi coletado pelo Cata-Treco e 17 praças receberam serviços de capina e roçagem.