Translate

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Dia Nacional do Livro é comemorado nas escolas municipais

Dia Nacional do Livro é comemorado nas escolas municipais
Crianças e adultos deixam-se encantar com o universo da literatura

Araípedes Luz / Secom - PMU 

            A boneca Emília e a canção Sítio do Pica-Pau Amarelo, de Gilberto Gil, animaram as crianças da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Professor Thales de Assis Martins nesta quarta-feira (18). Na data que se comemora o Dia Nacional do Livro e o nascimento do escritor Monteiro Lobato, a equipe da unidade de ensino do bairro Marta Helena preparou diversas atividades lúdicas para incentivar os alunos a ler e a escrever. Durante esta semana, várias escolas da Prefeitura de Uberlândia estão desenvolvendo ações similares em celebração.

            A animação dos alunos da Professor Thales foi grande. Inicialmente, as crianças cantaram a música tema das aventuras de Pedrinho e Narizinho. Depois, não se contiveram ao ver a professora Alessandra França Paes fantasiada de Emília. E a alegria dos pequenos foi muito maior porque a festa ficou muito mais colorida no pátio da Emei, espaço decorado com dezenas de livros infantis e materiais lúdicos.

Despertando o imaginário

Araípedes Luz / Secom - PMU 

As boas vindas aos estudantes foram dadas pela também professora Divina Maria de Jesus, que desenvolve trabalhos de leitura na escola. “Contar histórias para as crianças é muito importante para despertar o imaginário delas e as transformá-las em futuros leitores”, disse.

Durante três dias, a biblioteca da Professor Thales terá momentos diferenciados para os alunos, só que antes os professores farão atividades relativas à leitura e à escrita durante as aulas. O objetivo geral é promover tais hábitos tendo o universo de Monteiro Lobato como referência.

Na sexta-feira (20), uma funcionária da escola se vestirá de Tia Anastácia e haverá degustações de bolinhos de chuva. O quitute é uma das especialidades da personagem que é cozinheira no Sítio do Pica-Pau Amarelo. “A literatura conecta as crianças com a vida. Usando recursos lúdicos e as obras, como as de Monteiro Lobato, nós conseguimos inseri-las neste universo mágico. Isto contribui para que sejam adultos mais conscientes da sua importância para a sociedade”, disse a diretora da escola, Andréa de Carvalho Ferreira.

Diversas escolas comemoram a data

 Araípedes Luz / Secom - PMU 

            Na Emei Anísio Spinola Teixeira, no bairro Morumbi, o Dia Nacional do Livro foi festejado com aulas sobre como foi definida e a importância da data comemorativa, a história de vida e as contribuições de Monteiro Lobato para a literatura e contação de histórias.
            No Tubalina, os educadores da Emei do bairro estão realizando interações com os alunos e usando diversos contos para tornar o trabalho mais divertido e interessante. Atividade semelhante também ocorre na Emei Professor Saint’Clair Netto, no bairro Minas Gerais. Já a equipe do anexo da Maria Pacheco Rezende levou as crianças para a praça em frente à escola e promoveu a Ciranda do Livro.

            A Tia Anastácia também apareceu nas Emeis do bairro Custódio Pereira e Zacarias Pereira da Silva, no Santa Mônica, e mexeu com o imaginário de todos, que ainda se deliciaram com bolinhos de chuva. Para as crianças mais crescidas, a escola Professora Carlota de Andrade Márquez, no Jardim Célia, teve recreios literários para alunos do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental.

Leitura e escrita são incentivadas durante todo o ano

            Durante todo o ano letivo, as equipes das escolas também promovem aulas e outras ações para incentivar a leitura e a escrita.

18/04/2018
Marden Rangel
3239-2441