Translate

terça-feira, 9 de maio de 2017

POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS

POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS
NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
www.pmmg.mg.gov.br/9rpm
9rpm-p5@pmmg.mg.gov.br




HOMICÍDIO CONSUMADO
08/05/2017
13:17
RUA TANGO – GUARANI
ACIONADA A GUARNIÇÃO POLICIAL MILITAR COMPARECEU A RUA DO TANGO, BAIRRO GUARANI, E SEGUNDO SOLICITAÇÃO DE VIZINHOS HAVIA OCORRIDO UMA BRIGA E LOGO APÓS OUVIU-SE DISPAROS DE ARMA DE FOGO. COM A CHEGADA DA PRIMEIRA GUARNIÇÃO AO LOCAL FOI CONSTATADO QUE HAVIA DUAS PESSOAS ALVEJADAS POR DISPAROS DE ARMA DE FOGO, UMA DO SEXO FEMININO QUE FOI IDENTIFICADA COMO E. F. S., 23 ANOS, E UM DO SEXO MASCULINO IDENTIFICADO COMO LUCAS GABRIEL LINO TAVARES, 26 ANOS. SEGUNDO RELATOS DE VIZINHOS, NESTA DATA, POR VOLTA DAS 12 HORAS OUVIRAM GRITOS E DISCUSSÃO VINDO DO INTERIOR DA CASA, ONDE IDENTIFICOU-SE A VOZ DA VÍTIMA LUCAS QUE DIZIA: "EU NÃO ROUBEI!, NÃO FUI EU QUE ROUBEI." E LOGO EM SEGUIDA OUVIU-SE ESTAMPIDOS. FORAM VISTOS DOIS AUTORES EM DUAS MOTOCICLETAS SAINDO DO LOCAL, UMA DE COR PRETA, OCUPADA POR CONDUTOR MAGRO, BRANCO SEM MAIORES DADOS, E A SEGUNDA MOTOCICLETA ASSIM COMO CONDUTOR SEM MAIORES DADOS. A MULHER ESTAVA INCONSCIENTE, PORÉM APRESENTAVA SINAIS VITAIS E FOI SOCORRIDA AO PS DA UFU E FICOU SOB CUIDADOS MÉDICOS. UMA GUARNIÇÃO DE RESGATE DO CORPO DE BOMBEIROS COMPARECEU AO LOCAL E CONSTATOU A MORTE DA VITIMA LUCAS. O CORPO FOI REMOVIDO AO IML.


HOMICÍDIO CONSUMADO
08/05/2017
08:17
RUA OSÓRIO JOSÉ DA CUNHA – BRASIL
ACIONADA PELO COPOM UMA GUARNIÇÃO FOI À UAI DO BAIRRO TIBERY, ONDE DEU ENTRADA, DURANTE A MADRUGADA, A VÍTIMA DE NOME TIAGO ANTONIO SILVA, 28 ANOS, CONDUZIDO ATÉ A UAI POR UMA AMBULÂNCIA E FUNCIONÁRIOS DE UMA CLÍNICA DE RECUPERAÇÃO, LOCALIZADA NA ZONA RURAL DA CIDADE DE PATROCÍNIO - MG. SEGUNDO UMA TESTEMUNHA, QUE É FUNCIONÁRIO DO UAI TIBERY, A VÍTIMA DEU ENTRADA INCONSCIENTE E OS MÉDICOS TENTARAM REANIMÁ-LO, SENDO NECESSÁRIO ENTUBÁ-LO; QUE DURANTE ESSE PROCEDIMENTO, FOI RETIRADO VÁRIOS PEDAÇOS DE CARNE DE SUA BOCA/TRAQUEIA E FOI CONSTATADO A MORTE. A SUA MÃE DA VÍTIMA RELATOU QUE HAVIA CONTRATADO A REFERIDA CLÍNICA DE RECUPERAÇÃO PARA INTERNAÇÃO E TRATAMENTO DE SEU FILHO QUE É USUÁRIO DE DROGAS. E QUE HOJE, POR VOLTA DE UMA HORA, SEU FILHO CHEGOU EM CASA E ELA LIGOU PARA UM FUNCIONÁRIO DA CLÍNICA INFORMANDO QUE SEU FILHO HAVIA CHEGADO E QUE PODERIAM VIR BUSCÁ-LO. LOGO APÓS CHEGARAM EM SUA CASA QUATRO FUNCIONÁRIOS DA CLÍNICA PARA FAZEREM A CONTENÇÃO E A CONDUÇÃO DA VÍTIMA ATÉ A CLÍNICA NA CIDADE DE PATROCÍNIO, POIS A VÍTIMA NÃO ACEITAVA SER INTERNADA. NO MOMENTO EM QUE OS FUNCIONÁRIOS DA CLINICA ENTRARAM NA RESIDÊNCIA, A VÍTIMA ESTAVA COMENDO UM PEDAÇO DE CARNE E AO PERCEBER A PRESENÇA DELES FICOU MUITO NERVOSO E TENTOU FUGIR, SENDO CONTIDO E AMARRADO PELOS FUNCIONÁRIOS DA CLINICA QUE O AMORDAÇARAM COM UMA FITA ADESIVA TAMPANDO A SUA BOCA; QUE LOGO APÓS, MÃE DA VÍTIMA PERCEBEU QUE SEU FILHO HAVIA PERDIDO A CONSCIÊNCIA E AINDA ALERTOU O FUNCIONÁRIO SOBRE ISSO. PORÉM, ELE DISSE QUE "ELE SÓ ESTAVA FINGINDO" E SAÍRAM NA AMBULÂNCIA RUMO A PATROCÍNIO. APROXIMADAMENTE MEIA HORA DEPOIS RECEBEU UM TELEFONEMA DE UM DOS FUNCIONÁRIOS DA CLÍNICA DIZENDO QUE IRIA BUSCÁ-LA EM SUA CASA, POIS SEU FILHO JÁ ESTAVA NO UAI TIBERY E ELA PRECISAVA ACOMPANHÁ-LO. AO CHEGAR A UAI ELA FOI INFORMADA, POR FUNCIONÁRIOS DA UAI, SOBRE A MORTE DO SEU FILHO E QUE OS FUNCIONÁRIOS DA CLÍNICA FORAM EMBORA. A SENHORA MARIA APARECIDA AINDA RELATOU QUE HAVIA PAGADO O VALOR DE R$400,00 EM DINHEIRO PARA O FUNCIONÁRIO FAZER A CONDUÇÃO DA VÍTIMA ATÉ A CLÍNICA, E QUE JÁ VIA UM ACORDO VERBAL COM O PROPRIETÁRIO DA CLÍNICA, EM QUE ELA PAGARIA DEZ PARCELAS NO VALOR DE R$700,00 PELA INTERNAÇÃO E TRATAMENTO DO SEU FILHO. O CORPO DA VÍTIMA FOI ENVIADO AO IML DE UBERLÂNDIA PAR SER SUBMETIDO A AUTOPSIA. FOI FEITO CONTATO TELEFÔNICO COM O FUNCIONÁRIO DA CLÍNICA QUE SE PRONTIFICOU A RETORNAR ATÉ A CIDADE DE UBERLÂNDIA, JUNTAMENTE COM OS DEMAIS ENVOLVIDOS PARA PRESTAR ESCLARECIMENTOS SOBRE O FATO. ESTE RELATOU UMA VERSÃO SEMELHANTE A QUE NOS FOI PASSADA PELA MÃE DA VÍTIMA, PORÉM COM ALGUMAS DIVERGÊNCIAS. SEGUNDO ELE, A FITA ADESIVA USADA PARA AMARRAR E AMORDAÇAR A VÍTIMA FOI FORNECIDA PELA MÃE NO MOMENTO EM QUE ELE SE DEBATIA COM OS FUNCIONÁRIOS DA CLÍNICA TENTANDO FUGIR. NO MOMENTO EM QUE A VÍTIMA FOI AMORDAÇADA E FICOU INCONSCIENTE, A MÃE TERIA DITO AOS FUNCIONÁRIOS DA CLÍNICA PARA NÃO SOLTÁ-LO PORQUE POSSIVELMENTE ELE (VÍTIMA) ESTARIA FINGINDO COMO DAS OUTRAS VEZES EM QUE ELE FOI INTERNADO. OS AUTORES FORAM ENCAMINHADOS À DELEGACIA PARA PRESTAR ESCLARECIMENTOS.

HOMICÍDIO CONSUMADO
08/05/2017
16:42
RUA CHILE – TIBERY
ACIONADA PELO COPOM, UMA GUARNIÇÃO POLICIAL MILITAR FOI PARA A RUA CHILE, TIBERY, ONDE, SEGUNDO INFORMAÇÕES, UMA PESSOA HAVIA SIDO ALVEJADA POR DISPARO DE ARMA DE FOGO. CHEGANDO AO LOCAL, DEPARARAM COM UMA PESSOA DE SEXO MASCULINO CAÍDA LATERALMENTE ENTRE O CORREDOR E A PORTA DA SALA DESSA RESIDÊNCIA COM VÁRIAS PERFURAÇÕES PELO CORPO (BRAÇOS, PERNAS, CABEÇA E TRONCO), PROVENIENTE DE DISPARO DE ARMA DE FOGO, APARENTANDO ESTAR SEM SINAIS VITAIS. VISTO, TAMBÉM, QUE NO INTERIOR DA RESIDÊNCIA HAVIA UMA SENHORA COM UM SANGRAMENTO NA CABEÇA E CHORANDO. AO INDAGÁ-LA, A MESMA DISSE QUE A PESSOA CAÍDA ERA SEU FILHO M. A. S. S., 21 ANOS, E QUE QUANDO OUVIU OS DISPAROS SAIU CORRENDO PARA O INTERIOR DE SUA RESIDÊNCIA E, NESSE MOMENTO, SOFRER UMA QUEDA E BATEU A CABEÇA. LOGO EM SEGUIDA, A GUARNIÇÃO DO CORPO DE BOMBEIRO MILITAR COMPARECEU AO LOCAL E CONFIRMOU QUE A VÍTIMA MATEUS ESTAVA SEM SINAIS VITAIS E, IMEDIATAMENTE, A SENHORA PARA A UAI DO BAIRRO TIBERY. A RESPEITO DO ACONTECIDO E A MULHER DISSE QUE NO MOMENTO DO FATO NÃO VIU NENHUM AUTOR, MAS QUE SUSPEITA QUE SEU FILHO MORREU POR CAUSA DE UMA DÍVIDA DE TREZENTOS REAIS, INCLUSIVE, CHEGOU A LHE DAR UMA QUANTIA DE R$100,00 PARA AJUDÁ-LO A QUITAR ESSA DÍVIDA. POPULARES NAS PROXIMIDADES DISSERAM APENAS QUE OUVIRAM OS DISPAROS E UM CARRO SAINDO "CANTANDO PNEU". O PERITO DA CIVIL DISSE QUE A VÍTIMA MATEUS FOI ALVEJADA POR, APROXIMADAMENTE, VINTE DISPAROS DE ARMA DE FOGO, PROVENIENTE DE UMA PISTOLA DE CALIBRE 9MM, CONFORME OS CARTUCHOS RECOLHIDOS NO LOCAL. O CORPO DA VÍTIMA FOI REMOVIDO AO IML.