Translate

quinta-feira, 7 de junho de 2018

NBB CAIXA - Troféu de MVP tem três candidatos de peso

Header
Siga-nos ...  Siga-nos ...  Siga-nos ...  Siga-nos ...  Website ...  Entre em contato ... Quinta-feira, 07 de Junho de 2018
NBB CAIXA - Troféu de MVP tem três candidatos de peso
Marquinhos, Hettsheimeir e Tyrone foram os mais votados para o prêmio de Jogador Mais Valioso da competição; vencedor será conhecido na próxima quarta
O prêmio individual mais cobiçado do NBB CAIXA, enfim, teve seus candidatos definidos. Marquinhos (Flamengo), Rafael Hettsheimeir (Sendi/Bauru Basket) e Tyrone (Mogi das Cruzes/Helbor) foram os mais votados para MVP (Jogador Mais Valioso) da competição e disputam o desejado troféu.
A votação contou com a participação de técnicos, assistentes e capitães das 15 equipes que disputaram a atual edição do NBB CAIXA, além de imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Os vencedores dessa e das outras categorias serão conhecidos na próxima quarta-feira (13/06), na Festa dos Melhores do Ano, em São Paulo (SP).
Dentre os candidatos, somente Marquinhos possui o troféu de MVP do NBB CAIXA no currículo – ganhou nas temporadas 2012/2013 e 2015/2016. Já Hettsheimeir concorreu ao prêmio em duas oportunidades – em 2014/2015 e 2015/2016, mas nunca ganhou. Enquanto isso, Tyrone aparece pela primeira vez entre os postulantes.
Com média de 17,9 pontos por partida, Marquinhos finalizou a temporada como cestinha do NBB CAIXA e como grande nome do Flamengo na temporada. Além disso, foi responsável pela segunda maior marca de pontos do campeonato, com 37 pontos contra o Paulistano/Corpore na fase de classificação.
O jogador, que também foi o líder em assistências do clube da Gávea no campeonato, com 3,4 por partida, chamou a atenção pela regularidade durante a temporada, principalmente na fase de classificação. Dos 35 jogos disputados na competição, pontuou em dígitos duplos em 33, com 13 deles com 20 ou mais pontos.
Já Hettsheimeir foi o grande nome do Bauru no NBB CAIXA e ficou no quarto lugar do ranking de cestinhas do campeonato, com média de 15,6 pontos por partida. Seu ápice no campeonato foi nos playoffs, quando Alex Garcia se lesionou (LCA) e exigiu uma liderança ainda maior do pivô, que registrou médias de 16,9 pontos, 8,5 rebotes e 18,8 de eficiência no mata-mata.
Além de maior anotador, o camisa 30 foi o maior reboteiro do Dragão no NBB CAIXA, com média de 6,5 rebotes por partida. O atleta também concorre a um dos troféus de Melhor Pivô do campeonato, prêmio que conquistou duas vezes em sua carreira – nas edições 2014/2015 e 2015/2016.
E por fim, o norte-americano Tyrone, que sem dúvida alguma fez sua melhor temporada desde que chegou ao Brasil, em 2012/2013. O ala/pivô foi o grande destaque da histórica campanha do vice-campeão Mogi e colaborou com médias de 12,5 pontos e 6,9 rebotes, esta última a maior da equipe mogiana e a quarta maior do NBB CAIXA.
Muito regular durante toda a temporada, o camisa 0 do Mogi cresceu nos playoffs e suas médias subiram para 14,7 pontos e 7,3 rebotes. Considerando apenas as quatro partidas das Finais contra o Paulistano, o jogador registrou médias de 16,7 pontos. Além de MVP, Tyrone concorre também aos prêmios de Melhor Estrangeiro e Melhor Pivô da temporada.
+ Confira os indicados ao prêmio de Melhor Armador
+ Confira os indicados aos prêmios de Melhor Ala
+ Confira os indicados aos prêmios de Melhor Pivô+ Confira os indicados ao Troféu Ary Vidal de Melhor Técnico
+ Confira os indicados ao prêmio de Melhor Sexto Homem
+ Confira os indicados ao prêmio de Melhor Defensor+ Confira os indicados ao prêmio de Melhor Estrangeiro
+ Confira os indicados ao prêmio de Destaque Jovem
A premiação faz parte do calendário anual da eleição dos Melhores do Ano do NBB CAIXA. Os demais prêmios são de Melhor Defensor, Destaque Jovem, Sexto Homem, Jogador Que Mais Evoluiu, Melhor Atleta Estrangeiro, Melhor Técnico (Troféu Ary Vidal) e o Quinteto Ideal (Armador, Ala/armador, Ala, Ala/pivô e Pivô).
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.
Também foram votados para o troféu de MVP do NBB CAIXA 2017/2018:
Jimmy (Mogi das Cruzes/Helbor), JP Batista (Flamengo), Larry (Mogi das Cruzes/Helbor), Shamell (Mogi das Cruzes/Helbor) e Yago (Paulistano/Corpore)
Confira todos os vencedores do prêmio de MVP na história do NBB CAIXA:
2016/2017 - Holloway (Pinheiros)
2015/2016 - Marquinhos (Flamengo)
2014/2015 - Alex Garcia (Bauru)
2013/2014 - David Jackson (Limeira)
2012/2013 - Marquinhos (Flamengo)
2011/2012 - Murilo Becker (São José)
2010/2011 - Guilherme Giovannoni (Brasília)
2009/2010 - Marcelinho Machado (Flamengo)
2008/2009 - Marcelinho Machado (Flamengo)